Música do Dia

A música do dia de hoje é a música que gerou polémica pelo mundo esta semana… Wrecking Ball da Miley Cyrus.

Muito honestamente, adoro a música! O videoclip, para mim, é duvidoso. Não pretendo entrar em grandes discussões porque a Miley é adulta e faz o que quer, mas acredito que dirigido de outra forma, teria uma força muito diferente!

Acho que esta música vale a pena ouvir, especialmente pela letra. Fica aqui o vídeo e a tradução (experimentem ouvir apenas a música, e vão ver como ela tem talento e uma voz fantástica. E vejam só a expressão dela a cantar a bridge no video, e depois digam se ficam com o coração apertado ou não!)

Nós arranhámos, nós prendemos os nossos corações em vão
Nós saltámos, sem nunca perguntar porquê
Nós beijámos-nos, e eu caí no teu feitiço
Um amor que ninguém podia negar

Nunca digas que apenas fui embora
Eu vou sempre querer-te
Eu não posso viver uma mentira, a correr pela minha vida
Eu vou sempre querer-te

Eu vim como uma bola de demolição
Eu nunca atingi com tanta força o amor
Tudo o que queria era quebrar as tuas muralhas
Tudo o que sempre fizeste foi destruir-me
Sim, tu, tu destróis-me

Eu pus-te alto no céu
E agora, não estás a descer
E devagar mudou, deixaste-me queimar
E agora, somos cinzas no chão

Nunca digas que apenas fui embora
Eu vou sempre querer-te
Eu não posso viver uma mentira, a correr pela minha vida
Eu vou sempre querer-te

Eu vim como uma bola de demolição
Eu nunca atingi com tanta força o amor
Tudo o que queria era quebrar as tuas muralhas
Tudo o que sempre fizeste foi destruir-me

Eu vim como uma bola de demolição
Sim, eu apenas fechei os olhos e balancei
Deixaste-me cair como uma bola em chamas
Tudo o que sempre fizeste foi destruir-me
Sim, tu, tu destróis-me

Nunca quis começar uma guerra
Só queria que me deixasses entrar
E em vez de usar a força
Acho que devia ter-te deixado ganhar
Nunca quis começar uma guerra
Só queria que me deixasses entrar
Acho que devia ter-te deixado ganhar

Nunca digas que apenas fui embora
Eu vou sempre querer-te

Eu vim como uma bola de demolição
Eu nunca atingi com tanta força o amor
Tudo o que queria era quebrar as tuas muralhas
Tudo o que sempre fizeste foi destruir-me

Eu vim como uma bola de demolição
Sim, eu apenas fechei os olhos e balancei
Deixaste-me cair como uma bola em chamas
Tudo o que sempre fizeste foi destruir-me
Sim, tu, tu destróis-me

Sim, tu, tu destróis-me

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s