Desapego.

Chega de chorar, de lamentar, dizer que é só azar
Sem enxergar o que está em frente do nariz
Se eu faço minha vida dar certo ou se arrebentar
Se me previno de incertezas ou se vivo por um triz

Eu vou seguir os passos que me fizer feliz
Expurgar da minha vida toda insatisfação
Aceitar o que é meu por direito e obrigação
Levar a vida do jeito que eu sempre quis

Procurando a cada instante de paz
Minha vida seguirá em frente com todo fervor
Porque já sei o que me é de direito meu amor
E se você quiser ficar ou ir embora tanto faz

Se alguém, por algum motivo, quiser me impedir
Dane-se! Sigo em frente, minha meta é ser feliz

Romário Nogueira – Soneto do Desapego

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s