Tutorial Cateye da Lorde

Andei extremamente viciada na música “Royals” da cantora Lorde (acreditam que ela só tem 17 anos?!), e fiquei apaixonada pelo cateye que ela usa no video! Por isso decidi “recriar” à minha maneira e colocar aqui um tutorial de como o fazer. Ficou um pouco diferente (o smokey dela é mais “bicudo”), mas a técnica para fazer é praticamente a mesma :D

74d199c86f064642059a5c4485d2f0ce

lorde_tutorial

  1. Para recriar este look, usei as sombras NAKED BASICS da Urban Decay, o eyeliner em gel da MAKE UP FOREVER, o rimel “Hipnôse” da Lancôme, dois pincéis de eyeliner, um pincel de esbater e um pincel mais fino para preencher
  2. Com o pincel para eyeliner e o eyeliner, deve-se fazer um “bico”. Primeiro do canto das pestanas para cima, como se estivéssemos a fazer o cateye normal, e depois vamos puxar para o centro do olho a contornar a forma da nossa pálpebra
  3. Com o pintei mais pequeno, preenchemos o espaço. É nesta parte que o meu look de diferenciou do da Lorde, pois eu preenchi mais para o centro da pálpebra, enquanto que ela só tem mesmo um bocadinho fino nos cantos interiores do eyeliner sem carregar muito
  4. Com o outro pincel de eyeliner (que é mais grosso), usamos a sombra mais escura para reforçar a linha do eyeliner em relação ao esbatido
  5. Com uma sombra cor de pele, vamos fazer uma transição mais natural no esfumado
  6. Coloca-se o rímel, e tcharán, prontas para sair :)

 

Música do Dia

A música do dia de hoje é do último album da cantora Ke$ha, e chama-se “Last Goodbye”.

Para quem não sabe, Ke$ha tem uma série sobre a vida dela a passar na MTV, a “My Crazy Beautiful Life”. Foi a ver essa série que vi pela primeira vez o lado humano desta cantora! Ela era ainda tão apaixonada pelo ex-namorado, que chorava todas as vezes que cantava a música que escreveu para ele, “The Harold Song”, nos seus concertos. No final da primeira temporada, ela encontrou-se com ele e percebeu que afinal demasiada coisa tinha mudado e cada um tinha a sua vida agora. E foi aí que apareceu “Last Goodbye”, a primeira música escrita do seu segundo álbum, “Warrior”.

Eu lembro-me da noite em que nos conhecemos
Éramos tão novos, não consigo esquecer
Como beijaste a minha cara
E me levaste a casa

Lembro-me da vida anos atrás
O colchão de ar no chão
Isso foi antes
Da Vida ter tomado o controlo

Oh, como perdemos a nossa cabeça
Quando nos apaixonámos naquela noite
Nunca pensei que eu
Iria sair do teu lado
Oh, como perdemos a nossa cabeça
Quando nos apaixonámos naquela noite
Promete-me que não vais chorar
Este é o nosso último adeus

Quando estava perdida, encontrei-te
Quando não tinha dinheiro, compraste-me sapatos
Foste o meu primeiro,
E caramba, isto magoa

Agora tens uma miúda, alguém novo
E eu não posso fingir estar bem com isso
Não posso ser tua amiga
Então este é o fim

Oh, como perdemos a nossa cabeça
Quando nos apaixonámos naquela noite
Nunca pensei que eu
Iria sair do teu lado
Oh, como perdemos a nossa cabeça
Quando nos apaixonámos naquela noite
Promete-me que não vais chorar
Este é o nosso último adeus

Promete-me que não vais chorar
Este é o nosso último adeus

(nah nah nah nah nah nah nah) x2

Promete-me que não vais chorar
Este é o nosso último adeus
O nosso último adeus

Oh, como perdemos a nossa cabeça
Quando nos apaixonámos naquela noite
Nunca pensei que eu
Iria sair do teu lado
Oh, como perdemos a nossa cabeça
Quando nos apaixonámos naquela noite
Promete-me que não vais chorar
Este é o nosso último adeus

(Nah nah nah nah nah nah nah) x2

Promete-me que não vais chorar
Este é o nosso último adeus
O nosso último adeus

Looks dos CMAs 2013!

Ontem à noite aconteceram os Country Music Awards 2013, em Nashville, Tennesse, a capital do Country!

E como sempre, vou-vos mostrar os looks que mais gostei da passadeira vermelha…

kimberly

A atriz de “Nashville”, que é casada com o cantor e apresentador dos CMAs 2013, Brad Paisley, estava linda neste vestido comprido escuro cheio de lantejoulas. Infelizmente não consegui arranjar informação nenhuma sobre este outfit :(

Mas adorei o cabelo preso de lado na nuca e a maquilhagem simples que está super na moda agora. Só gostava de ter visto algum colar – mesmo que simples.

carrieunderwood

A cantora e apresentadora Carrie Underwood impressionou neste vestido Ralph & Russo nude bordado! Adorei a transparência que transforma o vestido curto num comprido. Não adorei o cabelo, mas de resto acho que está muito bonita!

cassadeepope

Cassadee Pope é a vencedora da edição de 2012 do programa The Voice, e agenciada pela Big Machine Records, a mesma editora da Taylor Swift. Eu gostei do vestido – acho que tem um design muito moderno -, mas acho que o tecido principal poderia ter sido um cinzento ou até acastanhado simples, sem padrão. Assim parece que está demasiado a acontecer ao mesmo tempo! Mas não deixa de ser um vestido muito elegante e combina com a atitude mais rockeira da cantora :)

conniebritton

Connie Britton continua a impressionar-me na TV e nas passadeiras vermelhas! A atriz principal de Nashville apareceu com este vestido Georges Habeika da sua colecção de Primavera 2013. É extremamente elegante, e o decote com a transparência por cima e a gola de lantejoulas dá um toque especial e diferente. Ótima escolha!

lucyhale

A atriz de Pequenas Mentirosas – que também canta, sabiam? – foi um dos meus looks preferidos da noite de ontem. Adorei o vestido Julien MacDonald com tecido ombré entre o rosa e o cinza-claro, muito fluído e sem cintura. Este tipo de vestidos é um perigo, porque pode fazer-nos parecer mais cheias do que somos por não ser cintado, ou simplesmente parecer um lençol caído. Mas o decote decorado faz toda a diferença, assim como o corte mais curto à frente que deixa ver as pernas de Lucy. E nem vamos falar da clutch – onde posso arranjar uma para mim?!

colbiecaillat

A-DO-REI o vestido da Colbie Caillat. Apesar de estas ocasiões serem mais reservadas para os vestidos de gala do que para os vestidos curtos, este modelo de motivos geométricos a lantejoulas em tons de nude é lindo! Ela usou o cabelo solto e liso para um look mais descontraído, mas gostaria de ter visto talvez uns caracóis, preso de lado ou numa trança mais fashion, acho que faria a diferença.

daniellebradberry

Danielle Bradberry, vencedora da edição de 2013 do programa The Voice, tem encantado os amantes do Country com a música “The Hart of Dixie”, e encantou-me com este outfit!

O vestido BCBG de três tons fica-lhe a matar, sem a deixar demasiado pesada. Os detalhes a renda são fantásticos e não abusados, e o cabelo preso atrás e caído para o lado faz a diferença deste look!

Também gostei da opção de um smokey eye mais carregado e o resto da maquilhagem mais simples, deixa Danielle com um ar jovem mas ao mesmo tempo arrojado.

taylorswiftE para o fim, a minha diva… Taylor Swift, sempre fantástica de Vermelho! Elie Saab faz vestidos lindos, e este vestido de cerimónia com detalhes de brilhantes vermelhos não desaponta. O cabelo da Taylor está fantástico preso num coque baixo, e a escolha de jóias simples foi a acertada. Já na maquilhagem, apostou na sua imagem de marca: o cat-eye e lábios vermelhos.

E digam-me vocês, qual foi o vosso look preferido da noite?

Na Minha Cabeceira: The Maze Runner

Esta será a nova rúbrica do blog! Adoro ler, e desde pequena que os meus pais gastam uma pequena fortuna comigo. Infelizmente, desde que entrei para a Universidade, não tenho lido tanto quanto gostaria. A minha paixão é principalmente o YA – “young adult”, ou livros para jovens adultos. Estes abarcam nomes como Os Jogos da Fome (trilogia sobre a qual tenho um site de fãs, o hungergamesportugal.com), Divergente, entre outros.

Nesta primeira edição do “Na Minha Cabeceira”, vou falar sobre o livro “The Maze Runner” de James Dashner.

Já tinha ouvido falar muito desta história, mas a preguiça impediu-me de pesquisar mais. Na semana passada, em férias no Algarve, deparei-me com o fato de não ter nada para fazer durante as idas à praia, e decidi comprar um livro. E lembrei-me deste!

“The Maze Runner: Correr ou Morrer” conta a história de Thomas, um rapaz que acorda num elevador, e a única coisa que se lembra é do seu nome. Quando as portas se abrem, ele encontra-se rodeado por miúdos que o recebem na Clareira – um lugar rodeado de muros de pedra. Assim como Thomas, os Clareinenses não sabem porquê ou como chegaram à Clareira. Tudo o que sabem é que todas as manhãs se abrem as portas de pedra que os separam do Labirinto. E que todas as noites estas se fecham. A cada 30 dias um novo rapaz é trazido para a Clareira. Thomas era, assim, esperado. Mas no dia seguinte, é enviada uma rapariga – a primeira rapariga a chegar à Clareira. E ainda mais surpreendente é a mensagem que ela entrega. Thomas pode ser mais importante do que alguma vez pensou, e tem que procurar libertar os segredos obscuros enterrados na sua mente.

Li o livro em dois dias, e já estou no 2º! Honestamente, estou a adorar. E o mais fixe, é que vai haver um filme no próximo ano!

No filme vão participar Dylan O’Brien (“Teen Wolf”) como Thomas,  Kaya Scodelario (“Skins”) como Teresa, Will Poulter (“We’re The Millers”) como Gally, Thomas Brodie-Sangster (“Guerra dos Tronos”) como Newt, Ki Hong Lee (“The Nine Lives of Chloe King”) como Minho, entre outros, e promete! Vejam só as fotografias da produção:

Música do Dia

A música do dia de hoje é a música que gerou polémica pelo mundo esta semana… Wrecking Ball da Miley Cyrus.

Muito honestamente, adoro a música! O videoclip, para mim, é duvidoso. Não pretendo entrar em grandes discussões porque a Miley é adulta e faz o que quer, mas acredito que dirigido de outra forma, teria uma força muito diferente!

Acho que esta música vale a pena ouvir, especialmente pela letra. Fica aqui o vídeo e a tradução (experimentem ouvir apenas a música, e vão ver como ela tem talento e uma voz fantástica. E vejam só a expressão dela a cantar a bridge no video, e depois digam se ficam com o coração apertado ou não!)

Nós arranhámos, nós prendemos os nossos corações em vão
Nós saltámos, sem nunca perguntar porquê
Nós beijámos-nos, e eu caí no teu feitiço
Um amor que ninguém podia negar

Nunca digas que apenas fui embora
Eu vou sempre querer-te
Eu não posso viver uma mentira, a correr pela minha vida
Eu vou sempre querer-te

Eu vim como uma bola de demolição
Eu nunca atingi com tanta força o amor
Tudo o que queria era quebrar as tuas muralhas
Tudo o que sempre fizeste foi destruir-me
Sim, tu, tu destróis-me

Eu pus-te alto no céu
E agora, não estás a descer
E devagar mudou, deixaste-me queimar
E agora, somos cinzas no chão

Nunca digas que apenas fui embora
Eu vou sempre querer-te
Eu não posso viver uma mentira, a correr pela minha vida
Eu vou sempre querer-te

Eu vim como uma bola de demolição
Eu nunca atingi com tanta força o amor
Tudo o que queria era quebrar as tuas muralhas
Tudo o que sempre fizeste foi destruir-me

Eu vim como uma bola de demolição
Sim, eu apenas fechei os olhos e balancei
Deixaste-me cair como uma bola em chamas
Tudo o que sempre fizeste foi destruir-me
Sim, tu, tu destróis-me

Nunca quis começar uma guerra
Só queria que me deixasses entrar
E em vez de usar a força
Acho que devia ter-te deixado ganhar
Nunca quis começar uma guerra
Só queria que me deixasses entrar
Acho que devia ter-te deixado ganhar

Nunca digas que apenas fui embora
Eu vou sempre querer-te

Eu vim como uma bola de demolição
Eu nunca atingi com tanta força o amor
Tudo o que queria era quebrar as tuas muralhas
Tudo o que sempre fizeste foi destruir-me

Eu vim como uma bola de demolição
Sim, eu apenas fechei os olhos e balancei
Deixaste-me cair como uma bola em chamas
Tudo o que sempre fizeste foi destruir-me
Sim, tu, tu destróis-me

Sim, tu, tu destróis-me

As minhas séries: Drop Dead Diva

Esbarrei com esta série quando passava aos Sábados à tarde na SIC. “De Corpo e Alma”, ou “Drop Dead Diva” no original, é uma série que mistura comédia, drama, e direito com uma pitada de sobrenatural. Para quem assistia religiosamente a “Ally McBeal” (como eu!), é uma série fantástica, e já conta com 5 temporadas, por isso bora lá começar a ver!

tv-drop-dead-diva02

A série conta a história de uma linda aspirante a modelo, Deborah “Deb” Dobkins (Brooke D’Orsay), que morre num acidente de carro a caminho de uma audição para o programa “O Preço Certo”. Quando a sua alma entra no Paraíso, ela encontra-se a ser julgada por um anjo chamado Fred (Ben Feldman). Ele não sabe o que fazer com a alma dela no Além. Ele declara-a um “zero-zero”, pois nunca tinha feito nada de bom mas também não tinha feito nada de mau durante a sua estadia na Terra, devido à sua futilidade.

Deb, irritada, pressiona a tecla “Enter” antes que Fred a possa impedir. Assim, Deb é enviada de volta para a Terra, mas no corpo de uma advogada chamada Jane Bingum (Brooke Elliott), que tinha acabado de morrer a proteger o seu chefe, Jay Parker (Josh Stamberg), de ser baleado.

Jane é o oposto de Deb: ela é brilhante, trabalhadora, caridosa, e pesada. Deb descobre que Jane trabalha na mesma firma que o seu namorado, Grayson Kent (Jackson Hurst), que está destroçado com a sua morte. Ela diz imediatamente a Stacy (April Bowlby) o que se passou, e prepara-se para contar a Grayson, mas Fred aparece e impede-a. Ele diz a Deb que o castigo por a ter permitido carregar no botão é ser o seu anjo-da-guarda e impedi-la de contar a outra pessoa que na realidade é Deb no corpo de Jane.

“Drop Dead Diva” é centrada no conceito de Deb aprender lições importantes sobre aceitação pessoal e beleza interna enquanto descobre mais sobre a sua vida herdada. Isto inclui trabalhar lado a lado com o antigo amor da sua vida enquanto ele faz o luto e tenta avançar com a sua vida após a morte de Deb, e debater-se com a sua rival profissional na firma, Kim Kaswell (Kate Levering).

Dry Shampoo da Sephora

Ontem fui ao Porto e encontrei esta preciosidade! Já andava há meses à procura de um shampoo seco, pois tenho o cabelo extremamente oleoso.

O que o shampoo seco faz é ajudar a manter o cabelo entre lavagens. Não se deve lavar o cabelo todos os dias, pois a raiz demora a secar. Abusar nas lavagens pode causar o apodrecimento da raiz, estimular a oleosidade e consequentemente a queda de cabelo.

O shampoo seco não é milagroso, não retira a oleosidade toda como nas lavagens! Apenas ajuda o cabelo a ter um aspeto mais limpo.

Eu lavo o cabelo mais ou menos de dois em dois dias, três em três, e ao segundo dia sem lavar ele já está com aquele brilho feio e colado, especialmente na franja. Ontem foi um desses dias, e por isso cheguei a casa e experimentei logo este produto da Sephora.

IMG_4720

Na minha opinião, este produto salvou a minha vida! Apenas com uma ligeira aplicação e deu outro ar ao cabelo. Ao contrário de outros shampoos secos por aí, este não deixa o cabelo branco com pó, apenas com uma ligeira neblina (que não se nota a olho nu) que sai com a passagem da escova. Só não me conseguiu salvar completamente a franja, que estava mais oleosa que o resto do cabelo, mas pelo menos deu para disfarçar.

A aplicação é simples e fácil: basta irem dividindo o cabelo nas áreas problemáticas e passar o spray, deixando alguma distância entre o frasco e as madeixas. Deixamos ficar um bocado enquanto nos arranjamos ou fazemos outras coisas – maquilhagem, pintar as unhas, cozinhar, etc. Depois de alguns minutos, é só passar a escova no cabelo e já estás pronta!

Fui sair e quando voltei para casa o cabelo ainda estava bastante bom. Claro que não é uma solução milagrosa para o cabelo oleoso, mas faz o que promete. Dou-lhe quatro estrelas e meia pois o botão do spray era um pouco difícil de carregar e isso dificultou-me ter noção da quantidade que estava a pôr pois tinha que carregar com muita força, mas acredito que tenha sido do meu frasco. Não é caro (menos de 7€), e é perfeito para trazer na carteira e aplicar em qualquer lado, especialmente porque é transparente e nem se nota!

E vocês, já usaram algum dry shampoo? O que acham deste produto?